Som e Deformação de Onda

Introdução

O som natural é uma onda complexa, composto de várias frequências que causam várias sensações auditivas. Estas sensações associadas às memórias trazem informação ao cérebro.

Há alguns sons, considerados sons fractais e gerados por processos estocásticos, que servem de teste para dos vários equipamentos acústicos e eletrônicos. São chamados ruídos e caracterizados por cores. Os mais conhecidos são o branco e o rosa.

Todas as atenuações e realces que os ruídos provocam acontecem porque as ondas sonoras se somam de forma positiva (soma) ou negativa (subtração). Este fenômeno pode ser observado mais de perto com o auxílio dos gráficos matemáticos.

Deformações na Onda Sonora

Multiplicação da frequência de onda e Somatório de harmônicos

À medida que uma frequência sonora é incrementada a sensação auditiva é de um som cada vez mais agudo, se conservada a amplitude da onda. Quando observamos o desenho de onda deste tipo de experimento, é possível constatar que as cristas das ondas se aproximam à medida que a frequência é mais alta e que o período possui o tamanho da metade da onda anterior.    

Quando somadas as ondas observa-se a interferência de um harmônico sobre a fundamental. Na literatura há registros de que quanto mais alto o harmônico (maior a frequência) menor interferência ele causará sobre a fundamental para uma mesma amplitude de onda. Isso ocorre porque, mesmo que as ondas possuam a mesma amplitude, quanto mais alto o valor do harmônico menor a quantidade de energia que ele terá. Se a quantidade de energia somada é pequena, pouca diferença fará no resultado.

Também na literatura há relatos de que o ser humano prefere o som dos harmônicos pares. A forma como o número do harmônico deforma a onda fundamental é diferente dos pares para os ímpares. Parece nos pares a forma original da onda se aproximar mais da onda sem interferências.  

Somatório da frequência das notas musicais

Quando duas ou mais notas são tocadas ao mesmo tempo, as frequências se somarão positiva ou negativamente. Quaisquer notas se somam se tocadas juntas. Mesmo que sejam notas de mesmo nome, que neste caso soarão harmonicamente para uma determinada cultura.  

O somatório de notas que não apresentam estranheza em uma cultura é chamado de harmônico. Se houver estranheza, o somatório apresenta uma desarmonia. Eventualmente esta desarmonia é bem vinda na música.

Fim

O estudo de ondas sonoras pertence a acústica. Visto apenas pelo prisma da física, este estudo não demonstra como o som pode ser agradável ou desagradável para quaisquer grupos de pessoas. É necessário o conhecimento de outras áreas. E mesmo assim, uma música universal pode ser um trabalho árduo e utópico. A música é influenciada pela cultura local.

A cultura de um povo apresenta as diversas facetas daquele povo e o caracteriza. E ela também diz a pessoa inserida na cultura se o som é harmônico ou não. Há quem ouça com prazer a orquestra tocando; mas há também quem prefira apenas o som da orquestra afinando para tocar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s